Farmácia

Sobre o Curso

O Curso de Graduação em Farmácia da FACICA foi elaborado visando oferecer uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, qualificando o egresso para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual, pautado em princípios éticos, com compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade. O PROFISSIONAL ESTARÁ CAPACITADO PARA O EXERCÍCIO DE ATIVIDADES REFERENTES AOS FÁRMACOS E AOS MEDICAMENTOS, ÀS ANÁLISES CLÍNICAS E TOXICOLÓGICAS E AO CONTROLE, PRODUÇÃO E ANÁLISE DE ALIMENTOS.

 

O processo de formação do Farmacêutico, na FACICA, contempla as necessidades sociais da saúde, a atenção integral da saúde no sistema regionalizado e hierarquizado de referência e contra referência e o trabalho em equipe, com ênfase no Sistema Único de Saúde – SUS.

O Curso de Graduação em Farmácia da FACICA propõe uma ruptura com as concepções tradicionais do ensino e, fundamentalmente, com as formas acadêmicas desvinculadas da prática real da profissão do Farmacêutico. As linhas de trabalho estão centradas na valorização do processo de ensino-aprendizagem que provoque uma postura dinâmica e crítica dos alunos, assim como na utilização de ferramentas de ensino que contribuam para a implementação de um processo de ensino-aprendizagem emancipatório, que permita a abertura de espaços para a reflexão e a construção do conhecimento.

A aliança entre teoria e prática constitui referencial para o desenvolvimento das competências e habilidades de “aprender a fazer”, subsidiando a efetiva implantação do Curso de Graduação em Farmácia na FACICA. Nesse sentido, a sala de aula deixa de se constituir em ponto único de convergência do ensino, transformando-se em ponto de partida do processo de ensino-aprendizagem; e o uso de metodologias ativas que estimulem a autonomia intelectual e que busquem a efetiva participação do aluno no processo de ensino-aprendizagem torna-se condição necessária para o desenvolvimento da proposta. Neste contexto, a FACICA proporciona ao aluno o NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO PILOTO DE TECNOLOGIA FARMACÊUTICA, onde os alunos vivenciam a realidade de indústrias farmacêuticas.

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO PILOTO DE TECNOLOGIA FARMACÊUTICA

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO PILOTO DE TECNOLOGIA FARMACÊUTICA

A proposta do curso, durante todo o seu oferecimento, mantém a diversificação de disciplinas como forma de atender o perfil do futuro profissional a ser egresso do curso. Para que todas as áreas de atuação sejam contempladas ao longo da formação o curso preconizou a interdisciplinaridade de forma que o aluno possa entrar em contato com as áreas de medicamentos, indústria, análises clínicas e toxicológicas.

A investigação científica e a extensão chegam à sala de aula com a proposta de despertar uma atividade pedagógica instigante, provocadora, que não só dê conta daquilo que se propõe, mas que levante os limites e consiga identificar, pelo menos, algumas questões a serem respondidas.

O Curso de Graduação em Farmácia da FACICA busca, portanto, a formação integral e adequada do aluno através de uma articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão.

Disciplinas

1º Período

BIOLOGIA CELULAR60h
ANATOMIA100h
INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS20h
INTRODUÇÃO À EPIDEMIOLOGIA40h
BIOSSEGURANÇA E PRIMEIROS SOCORROS20h
QUÍMICA GERAL80h
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO40h

2º Período

HISTOLOGIA BÁSICA60h
EMBRIOLOGIA BÁSICA20h
GENÉTICA40h
QUÍMICA ORGÂNICA I80h
CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADA À SAÚDE E RELAÇÕES ÉTNICO RACIAIS20h
POLÍTICAS GERAIS E ESTRATÉGICAS DE SAÚDE40h
FUNDAMENTOS EM FARMÁCIA40h
ESTATÍSTICA APLICADA À SAÚDE40h
LIBRAS - LINGUAGEM BRASILEIRA DE SINAIS40h

3º Período

MICROBIOLOGIA GERAL60h
SAÚDE COLETIVA APLICADA À FARMÁCIA40h
BIOQUÍMICA I80h
FISIOLOGIA80h
QUÍMICA ORGÂNICA II60h
PARASITOLOGIA HUMANA60h
ESTÁGIO I - DROGARIA60h

4º Período

FARMACOLOGIA I80h
BIOQUÍMICA II60h
QUÍMICA ANALÍTICA QUALITATIVA80h
BIOLOGIA MOLECULAR60h
PSICOLOGIA APLICADA À SAÚDE20h
PATOLOGIA GERAL60h
ESTUDOS DO MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL40h
ESTÁGIO II - PSF60h

5º Período

IMUNOLOGIA40h
QUÍMICA ANALÍTICA INSTRUMENTAL80h
FISICO-QUÍMICA100h
FARMACOLOGIA II120h
FARMÁCIA HOSPITALAR40h
ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO FARMACÊUTICA40h

6º Período

QUÍMICA FARMACÊUTICA I100h
FARMACOTÉCNICA I80h
ASSISTÊNCIA E ATENÇÃO FARMACÊUTICA60h
FARMACOBOTÂNICA60h
BACTERIOLOGIA CLÍNICA60h
ADMINISTRAÇÃO E ATENÇÃO FARMACÊUTICA40h
ESTÁGIO III - FARMÁCIA HOSPITALAR120h

7º Período

QUÍMICA FARMACÊUTICA II60h
FARMACOTÉCNICA II80h
TECNOLOGIA DE COSMÉTICOS80h
FARMACOGNOSIA80h
HEMATOLOGIA BÁSICA40h
MÉTODOS DE IDENTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS ORGÂNICOS40h
VIROLOGIA40h
ESTÁGIO IV - FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO120h

8º Período

PARASITOLOGIA CLÍNICA60h
CONTROLE DE QUALIDADE FISICO-QUÍMICO80h
TECNOLOGIA FARMACÊUTICA80h
BROMATOLOGIA60h
TOXICOLOGIA80h
BIOQUÍMICA CLÍNICA60h

9º Período

TECNOLOGIA E CONTROLE DE ALIMENTOS80h
IMUNOLOGIA CLÍNICA60h
TECNOLOGIA DE FITOTERÁPICOS80h
HEMATOLOGIA CLÍNICA60h
HOMEOPATIA60h
CONTROLE DE QUALIDADE BIOLÓGICO60h
ESTÁGIO V - ANÁLISES CLÍNICAS200h

10º Período

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC40h
ESTÁGIO VI - INDÚSTRIA E OUTROS440h
ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES (a partir do 2º período)200h

Corpo Docente

Foto Discente Lates
mm Aline Pereira Castro Castro

Lates
mm Érika de Fátima Silva Silva

Lates
mm Juliana Aparecida Candido da Silva Silva

Lates
mm Jussara Maria Reis Calixto Calixto

Lates
mm Lidiane Orlandi Orlandi

Lates
mm Naiara Chaves Silva Silva

Lates

Coordenação

mm Juliana Aparecida Candido da Silva Silva Lates

Bacharel em Ciências Biológicas, Modalidade Médica pela Organização Educacional Barão de Mauá (1999). Mestre em Ciências, área Biologia Celular e Molecular pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (2002). Doutora em Ciências, área Biologia Celular e Molecular pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (2006). Pós-Doutora em Biologia Molecular na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (2011). Presidente da CIBio-FACICA e Coordenadora do Núcleo de Investigação Científica e Extensão da FACICA.

Whatsapp: (35) 9 8885-1394

E-mail: julianacandido@facica.edu.br

Mercado de Trabalho

A crescente preocupação mundial com a saúde tal como a assunção geral de que a melhoria da qualidade de vida das pessoas passa obrigatoriamente pela promoção da saúde tem conduzido à valorização dos serviços prestados neste setor. Desta maneira, a Farmácia assume um papel social de relevada importância por ser o campo de pesquisa científica e tecnológica para a produção e controle de medicamentos, dos quais depende, em grande parte, a recuperação da saúde. Em adição, a Farmácia é uma profissão a serviço do ser humano e tem por finalidade a promoção, a proteção e a recuperação da saúde, individual e coletiva, atuando em benefício do indivíduo, da coletividade e do meio ambiente, sem discriminação de qualquer natureza, devendo recorrer ao aprimoramento contínuo de conhecimentos, colocando-os a serviço da saúde, da sua pátria e da humanidade, conforme ressalta o próprio Código de Ética da Profissão Farmacêutica (Resolução CFF nº 417/2004) do Conselho Federal de Farmácia – CFF.

Para tanto, o Farmacêutico com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva irá atuar em todos os níveis de saúde, exercendo suas atividades dentro dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se esgota com o ato técnico per se, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo.

Para assegurar uma sustentação eficaz nos serviços de saúde são necessários Farmacêuticos em posições de direção, de administração e educação para organizar, supervisionar, dar apoio e capacitar Farmacêuticos e profissionais da saúde não especializados em Farmácia que prestam serviços farmacêuticos essenciais ao público. Os Farmacêuticos também são necessários para preencher posições cruciais no governo relacionadas ao controle de qualidade de medicamentos nacionais e importados, a produção local de medicamentos, a regulação dos medicamentos, a legislação relativa à área de Farmácia, o desenvolvimento de políticas sobre medicamentos e a assessoria nesta área, em geral, e, garantir o funcionamento dos programas nacionais de medicamentos essenciais.

Atualmente, em que pese o crescente número de Farmacêuticos no país verifica-se, ainda, um forte déficit em relação à demanda existente, sendo premente a necessidade de formação de profissionais nesta área específica.

O mercado de trabalho para o Farmacêutico tem como característica principal a ampla área de inserção profissional, ante as múltiplas possibilidades de seu campo de atuação. O Farmacêutico pode exercer as atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos.

No Brasil, o Farmacêutico encontra-se inserido no contexto da saúde pública. Cabe destacar que recentemente foi promovida uma reorientação da atuação do Farmacêutico, como membro da equipe multiprofissional de saúde, no processo de consolidação do Sistema Único de Saúde, que deixa de ser centrada no medicamento e passa a ser voltada para os usuários, (re)aproximando a farmácia e atuação à atenção direta aos usuários.

A promoção da atenção farmacêutica, no Brasil, vem sendo feita institucionalmente desde 2001, a partir de uma consulta de experiências e da elaboração da proposta de “Consenso Brasileiro em Atenção Farmacêutica”. No documento, a partir de referências internacionais e das experiências dos participantes, foi sugerido um conceito de atenção farmacêutica para o país, mais tarde incorporado à Política Nacional de Assistência Farmacêutica, aprovada pelo Conselho Nacional de Saúde:

É um modelo de prática farmacêutica, desenvolvida no contexto da Assistência Farmacêutica e compreendendo atitudes, valores éticos, comportamentos, habilidades, compromissos e co-responsabilidades na prevenção de doenças, promoção e recuperação da saúde, de forma integrada à equipe de saúde. É a interação direta do Farmacêutico com o usuário, visando uma farmacoterapia racional e a obtenção de resultados definidos e mensuráveis, voltados para a melhoria da qualidade de vida. Esta interação também deve envolver as concepções dos seus sujeitos, respeitadas as suas especificidades biopsicossociais, sob a ótica da integralidade das ações de saúde.

Com a publicação da Portaria nº 698/2006, inseriu-se o Farmacêutico, de forma efetiva, nesse cenário, revolucionando o seu papel junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). Com base em sua regulamentação, o Farmacêutico está autorizado a atuar na atenção básica, contando com a garantia de recursos federais disponíveis a viabilizar a sua atuação junto ao SUS. Esta nova realidade vem ao encontro de uma reivindicação antiga dos profissionais da área, que, como agentes de saúde, não poderiam permanecer à margem do contexto da atenção básica.

O atual conceito de atenção básica inclui, no caso dos Farmacêuticos, serviços em todos os postos de saúde e o gerenciamento do ciclo completo da assistência. Também fazem parte da atenção básica o Programa Saúde da Família – PSF, os programas de controle da Tuberculose, da Hanseníase, de Hipertensão, de Diabetes, de Saúde Mental e de Saúde Bucal. Em todos esses programas, o Farmacêutico pode atuar.

Adicionalmente, o ritmo de crescimento e aperfeiçoamento da área de Farmácia, como um todo, também ressalta o atual déficit do número de profissionais disponíveis no país em relação à demanda e evidencia a necessidade de formação de profissionais nesta área específica.

A necessidade de fiscalização dos medicamentos presentes no mercado, e daqueles que buscam nele ingressar, é objeto de políticas públicas em todo o território nacional, devido à sua importância e urgência. A dificuldade que se encontra para coibir a comercialização de medicamentos falsificados está diretamente relacionada com a falta de Farmacêuticos presentes nos municípios brasileiros. Cabe ao Farmacêutico a verificação do medicamento, a fim de auferir se este está de acordo com a legislação vigente, conferindo o registro no Ministério da Saúde, sua composição química, as alterações de fórmulas ou irregularidades na embalagem.

A Lei nº 5.991/1973 prevê a presença obrigatória de um Farmacêutico durante o horário de funcionamento de Farmácias. Além da obrigatoriedade quanto ao número de horas de dedicação do Farmacêutico em Farmácias, é necessária a atividade do profissional nas Farmácias e nos Laboratórios Farmacêuticos interessados no fracionamento de medicamentos.

Objetivo

O Curso de Graduação em Farmácia da FACICA tem como objetivo geral fornecer uma formação generalista, humanística, crítica e reflexiva de qualidade desenvolvendo atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimento, com capacidade de desenvolver atividades multiprofissionais, atuar em mercados competitivos e em constante transformação, fundamentado nos princípios éticos e para o pleno convívio social.

O profissional Farmacêutico generalista deve estar centrado nas necessidades assistenciais, visando garantir um atendimento livre de riscos à população, através do planejamento, coordenação, execução e avaliação da assistência à saúde, integrado numa equipe multiprofissional.

Espera-se contribuir para a formação e a educação continuada dos Farmacêuticos, melhorando a qualidade dos serviços prestados à população, auxiliando a reorientação das farmácias e reforçando o papel desses profissionais em estabelecimentos de saúde sejam eles de natureza pública ou privada, pertencentes ao SUS.

São objetivos específicos do Curso de Graduação em Farmácia da FACICA:

  • Desenvolver o espírito crítico e de responsabilidade para a constante troca de informações visando o uso racional de medicamentos, eficácia, curso-efetividade de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas que possam intervir na realidade socioeconômica brasileira, regional e local;
  • Contribuir para o desenvolvimento de um profissional com perfil de liderança, visão administrativa e de gerenciamento de Farmácias, políticas públicas de saúde e recursos humanos de forma empreendedora e inovadora para promover a saúde do ser humano, em ambiente privado ou público, desde a prevenção a recuperação da saúde;
  • Capacitar o aluno para desempenhar seu papel profissional de cidadão e não apenas com caráter tecnicista, contribuindo para melhoria do contexto social, do meio ambiente, sabendo reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida, garantindo, assim, a integralidade da assistência à saúde;
  • Desenvolver habilidade para sua atuação em atividades de ensino, investigação científica e extensão que possa contribuir para o desenvolvimento da ciência, investigação científica, tecnologia e da criação e difusão da cultura e da saúde;
  • Subsidiar teórico-metodologicamente o aluno para atuar na pesquisa, desenvolvimento, seleção, manipulação, produção, armazenamento e controle de qualidade e efeitos toxicológicos de insumos, fármacos sintéticos, medicamentos em geral e cosméticos;
  • Proporcionar ao aluno contato com a formulação de políticas públicas de medicamentos e de assistência farmacêutica estimulando-o a exercê-la com ênfase no uso racional e correto de medicamentos, com capacidade de interpretar e avaliar prescrições medicamentosas e, ainda, exercer a farmacoepidemiologia;
  • Capacitar o aluno para realizar análises físico-químicas e microbiológicas de interesse para o saneamento do meio ambiente, incluídas as análises de água e esgoto;
  • Capacitar o aluno para realizar, interpretar, emitir laudos e pareceres e responsabilizar-se tecnicamente por análises clínico-laboratoriais, incluindo os exames hematológicos, citológicos, citopatológicos e histoquímicos, biologia molecular, bem como análises toxicológicas, dentro dos padrões de qualidade e normas de segurança;
  • Capacitar o aluno para realizar procedimentos relacionados à coleta de material para fins de análises laboratoriais e toxicológicas;
  • Capacitar o futuro profissional para atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de hemocomponentes e hemoderivados, incluindo realização, interpretação de exames e responsabilidade técnica de serviços de hemoterapia e despertá-lo para as diferentes áreas de atuação do profissional do Farmacêutico nos dias atuais, estimulando-o a uma formação generalista e continuada para melhor exercício da sua profissão na sociedade local, regional, nacional e internacional;
  • Favorecer a flexibilização curricular de forma a atender interesses mais específicos/atualizados, sem perda dos conhecimentos essenciais ao exercício da profissão;
  • Estimular as dinâmicas de trabalho em grupos, por favorecerem a discussão coletiva e as relações interpessoais;
  • Valorizar as dimensões éticas e humanísticas, desenvolvendo no aluno atitudes e valores orientados para a cidadania e a prática profissional;
  • Disponibilizar tempo para a consolidação dos conhecimentos e para as Atividades Complementares, objetivando progressiva autonomia intelectual do aluno;
  • Fomentar as práticas de investigação científica e extensão, articulando os resultados do conhecimento produzido pelas investigações científicas e aqueles derivados da interface com a sociedade, com os conteúdos das disciplinas previstas na matriz curricular.
Inscreva-se para o Vestibular - Clique Aqui

Conceito do MEC

Tipo Ano Nota
Autorização de Curso20093
Reconhecimento de Curso20144

Detalhes

Investimento R$ 1.200,00
Desconto R$ 800,00
Modalidade Bacharelado
Duração 5 Anos
Período 10 Períodos
Carga Horária 4820 Horas
Turno Noturno

LOCAL

Campos Gerais/MG
Rua Santa Terezinha - 389 - Centro

REDES SOCIAIS

ENTRE EM CONTATO AGORA MESMO

Tel.: +55 (35) 3853-1679